segunda-feira, 25 de maio de 2015

Mensagem para os que chegam ao XX ENEP




Carxs participantes do XX Encontro Nacional de Economia Política,

Antes de mais nada, sejam bem-vindxs!

Estamos em plena organização e gostaríamos que todxs compartilhassem este entusiasmo e se sentissem, desde já, partícipes deste encontro e acolhidos por esta cidade fronteiriça.

O XX ENEP pretende reunir mais uma vez grande número de estudantes, professores e profissionais para proporcionar um bom debate político-intelectual, com novas e diferentes perspectivas e linhas de pensamento crítico. Para isso, serão realizadas mini-cursos, palestras, sessões de comunicações e painéis relacionados ao tema central do evento -- Desenvolvimento latino-americano: integração e inserção internacional.

Organizada pela Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP), esta edição será sediada pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), que iniciou suas atividades acadêmicas em 2010 com seis cursos de graduação e uma vocação institucional conformada por três eixos: latino-americanismo, interdisciplinariedade e bilinguismo. Atualmente, a UNILA conta com trinta cursos de graduação e oito cursos de pós-graduação, sendo dois stricto sensu e seis lato sensu.

A UNILA está situada na cidade de Foz do Iguaçu, localizada no extremo-oeste do Paraná, na Região Trinacional formada por Argentina, Brasil e Paraguai. O local de realização do evento será no Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), dentro da Itaipu Binacional, de fácil acesso desde o centro da cidade por ônibus (linhas 101, 102 e 104) ou taxi.

Para convidadxs, palestrantes e apresentadorxs de trabalho haverá translado entre os hotéis e o PTI, saindo do Hotel Foz Plaza, que fica muito perto do Hotel Nadai Confort. Neste enlace segue o arquivo para os horários deste transporte, cedido pela UNILA.

Para palestrantes e apresentadorxs de trabalho o credenciamento será realizado nos respectivos hotéis em que estarão hospedados. Para as caravanas, será realizado no local em que irão se hospedar. Para os demais, o credenciamento será realizado na barreira da ITAIPU.

Em seguida enviaremos um informe específico sobre a hospedagem de convidadxs palestrantes e apresentadorxs de trabalho.

Sobre a parte da programação para além do plano acadêmico e intelectual, gostaríamos de ressaltar que na quinta-feira, dia 28 de maio, teremos um coquetel junto ao lançamento de livros das 19h30 às 21h30, e na sexta-feira, dia 29 de maio, teremos a “Festa de Encerramento” as 21h no “Amarantha Pub”, localizado na Avenida Juscelino Kubitschek, 898 - Centro - Foz do Iguaçu (bem perto dos hotéis).

Mais informações podem ser encontradas nos enlaces abaixo:

Minicurso – A Economia Política da Crise Atual





Ministrante: Dr. Alfredo Saad-Filho (SOAS - University of London)

Dia 26/05 - Terça-feira 14h30–18h30  - Auditório César Lattes


Esse minicurso aborda a crise atual como uma crise no neoliberalismo. O curso inclui cinco partes. A primeira descreve o neoliberalismo enquanto sistema de acumulação e fase (ou modo de existência) atual do capitalismo global. Essa descrição parte das cinco características fundamentais do neoliberalismo: a financeirização da economia, a integração internacional da produção (‘globalização’), a financeirização do Estado, a financeirização da ideologia, e a financeirização da reprodução social.

A segunda parte examina as contradições do neoliberalismo e, especificamente, as limitações da acumulação global durante os anos 2000, culminando com a crise iniciada em 2007. A terceira descreve a crise, seu impacto imediato e suas conseqüências de médio prazo sobre as economias capitalistas avançadas (especialmente os EUA, o Reino Unido e a Zona do Euro) e as economias em desenvolvimento (em particular a China).

A quarta examina as políticas econômicas disponíveis para o neoliberalismo sob a crise, e sugere alternativas mais radicais partindo de uma abordagem fundada na economia política. A quinta resenha como a crise tem sido percebida pela literatura marxista, à luz das teorias tradicionais das crises econômicas baseadas na superprodução, subconsumo, desproporções e queda da taxa de lucro.

sábado, 23 de maio de 2015

Bem-vindos ao ENEP

Estudantes da Unila recebem os participantes do XX Encontro Nacional de Economia Política, esperando bons debates. Atividade começa dia 26 de maio, em Foz do Iguaçu.


América Latina: olhares e perspectivas




Lançamento será no dia 26 de maio, às 18h, na Fundação Cultural de Foz do Iguaçu

Será lançado, durante o XX ENEP (Encontro Nacional de Economia Política), em Foz do Iguaçu, a primeira obra coletiva sobre a América Latina produzida por professores e pesquisadores da Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA. A organização do livro é de Clara Agustina Suárez Cruz, Gentil Corazza e Nilson Araújo de Souza. Com  textos entremeados em português e espanhol o trabalho trata de  temas da história social e política, da literatura, da música, das artes, das políticas ambientais, da economia e da integração continental.

Este livro − oriundo do grande projeto que representa para todo o continente a Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA − apresenta um amplo e variado panorama da América Latina. Inicialmente uma reflexão sobre a identidade latino-americana por meio da análise da diversidade cultural, étnica e sexual no continente. Logo são questionadas as relações entre a América Latina e os EUA a partir da obra de Victoria Ocampo e da revista cultural Sur.

O tema seguinte são as transformações ocorridas na Venezuela, Bolívia e Equador nos últimos anos, seus experimentos e o estágio atual da democracia participativa e direta nesses países. A partir da concepção crítica da Teoria da Dependência são analisadas as novas configurações e regulações do Estado na América Latina.

Também se aborda a música negra na diáspora e as relações com as práticas religiosas no rap gospel e um entendimento sobre a gênese das posturas nacionalistas e universalistas dos compositores latino-americanos no século XX e sua conexão com o modernismo musical europeu.

Na literatura discute-se o conceito de modernidade que os colonizadores impõem ao “Novo Mundo”, alargando-se para as artes, por meio da obra de Antonio Cisneros, Nadin Ospina e Nelson Leirner. Segue um olhar sobre o boom da literatura latino-americana. Depois a atenção sobre El oro y la paz do escritor Juan Bosch.

No tocante às artes são examinados o barroco latino e o poder simbólico do Torito de Pucará, objeto de cerâmica peruano. As políticas ambientais e de organização do território também são estudadas, tendo em vista os complexos dilemas comuns, novas formas de exclusão e expropriação territorial, com consequentes problemas fundiários estruturais, conflitos territoriais e alienação do território à economia.

Os textos finais examinam a economia e os processos de integração e desenvolvimento da América Latina: conceitos, inserção internacional, nacionalismo, assimetrias e possibilidades de desenvolvimento num país de capitalismo dependente.

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana − UNILA − é uma nova instituição pública brasileira de ensino superior proposta, em 2007, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Congresso Nacional e instalada pelo governo brasileiro em 2010, quando iniciou suas atividades acadêmicas. Nasceu com características inovadoras, vocação e finalidade de promover a integração latino-americana.

Sediada em Foz de Iguaçu, na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, com um projeto arquitetônico portentoso de Oscar Niemeyer, tem estudantes latino-americanos e professores de toda a América Latina, Europa e África.

Seu objetivo é ministrar ensino de excelência, com aulas em português e espanhol, na graduação e pós-graduação, desenvolver pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e promover extensão universitária, tendo em vista a formação de recursos humanos qualificados a contribuir com o processo de integração continental em curso. Com uma perspectiva interdisciplinar proporciona um diálogo entre as áreas de Letras, Artes, História, Antropologia e disciplinas afins, atuando ainda em rede com outras universidades latino-americanas e organismos de integração regional.

Autores/as 
Angela Maria de Souza
Clara Agustina Suárez Cruz
Cláudia Lucia Bisaggio Soares
Danielle Araujo
Diana Araujo Pereira
Fabrício Pereira da Silva
Gentil Corazza
Gerson Galo Ledezma Meneses
Jorge Anthonio e Silva
Juliane Larsen
Luciano Wexell Severo
Luisa Maria Nunes de Moura e Silva
Nilson Araújo de Souza
Paulo Renato da Silva
Pedro José Granados Aguero
Senilde Alcântara Guanaes
Wolney Roberto Carvalho

Texto de divulgação da Editora Insular.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Saiu o Caderno do XX ENEP















Todas as informação sobre a Vigésima Edição do ENEP já estão disponíveis. Pode baixar e imprimir. O caderno de resumo de artigos, locais etc...

Veja Aqui

Programação Completa e definitiva do evento

Veja aqui

domingo, 17 de maio de 2015

Outros títulos serão lançados no XX ENEP

ECONOMIA POLÍTICA INTERNACIONAL, Editora Saraiva. Organizado por Luiz Eduardo Simões de Souza, Marcos Cordeiro Pires e Luis Antônio Paulino.


Moeda e Câmbio, LCTE Editora. Luiz Eduardo Simões de Souza. Série Economia de Bolso.



Lançamento de livro









O GT ECONOMIA E TERRITÓRIO, no XX ENEP em Foz do Iguaçu, apresentará o livro "Território, Mobilidade Populacional e Ambiente", recentemente publicado pela editora Univale.

Nele, está o texto "O lugar das crises", de Luiz Eduardo Simões de Souza,  presidente do GT, mostrando que economia e território não é economia regional. 26 a 29 de maio, Unila, Foz do Iguaçu.

Minicurso: Interpretações do Brasil: visões críticas sobre a realidade brasileira






Sérgio Buarque de Holanda, um dos autores estudados



Os chamados Intérpretes do Brasil tem como questão principal o processo histórico de formação social brasileira, buscando, através da pesquisa histórica, compreender a realidade do país. Dentre as interpretações do Brasil as análises realizadas por Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda e Caio Prado Junior são consideradas a tríade representativa dos questionamentos sobre o Brasil suscitados pelos processos de transformação de país agrário exportador para urbano industrial que a marcaram a sociedade brasileira nas primeiras décadas do século XX. O minicurso de História do Pensamento Econômico Brasileiro (HPEB), coordenado por Maria Malta, pretende apresentar e contextualizar as interpretações destes três autores. 

Ministrantes: Maria Malta, Bruno Borja e Carla Curty. 
Bibliografia:
FREYRE, Gilberto. Casa Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 51ª Ed., São Paulo: Editora Globo, [1933 (2006)]. Capítulos: Prefácio à 1ª edição; Capítulo 1- Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida.
HOLANDA, Sérgio Buarque de. O lado oposto e os outros ladosIn: Revista do Brasil, Rio de Janeiro, 1926. (Mais recentemente republicado em BARBOSA, Francisco de Assis (org.). Raízes de Sérgio Buarque de Holanda, Rio de Janeiro: Rocco, 1989).
______. Raízes do Brasil. 26ª edição, 36ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, [1936] (2011). Capítulos: 2- Trabalho e Aventura; 5- O homem cordial; 7- A nossa revolução.
PRADO JÚNIOR, Caio. Formação do Brasil Contemporâneo, São Paulo: Companhia das Letras, [1942 (2011)]. Capítulos: O sentido da colonização; Raças; Economia; Organização Social.

Está chegando o XX ENEP



Entre os dias 26 e 29 de maio, a UNILA será sede do 20º Encontro Nacional de Economia Política - evento com inscrições abertas, que devem ser feitas pelo site www.sep.org.br, até o dia 19 de maio. Os pesquisadores que tiveram os trabalhos aprovados, bem como os interessados em realizar os minicursos, também devem realizar inscrição, uma vez que o evento será realizado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e, para que seja permitida a entrada no local, são necessários dados dos participantes. Aos que quiserem realizar inscrição como estudante, com ou sem material, e tiverem dificuldade de fazê-la pelo endereço eletrônico acima, podem, ainda, inscrever-se por meio deste link. 

O Encontro de 2015 terá como tema o “Desenvolvimento Latino-Americano: Integração e Inserção Internacional”. O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP) e, localmente, está sendo organizado por um coletivo de professores da UNILA, em especial do Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política (ILAESP), e da Unioeste. “O tema do Encontro é muito caro à missão e orientação estratégica da UNILA. Para a formação intelectual é sempre muito importante contar com diferentes perspectivas sobre temas fundamentais, entre eles a integração latino-americana. É isso que o evento busca trazer, mantendo e aprofundando a análise crítica da realidade regional e mundial”, afirma o professor do curso de Ciências Econômicas da UNILA, Fernando Correa Prado, que faz parte da direção ampliada da SEP e é um dos organizadores do Encontro.

Programação

Compõem a programação do Encontro mesas de debates, minicursos, painéis e conferências especiais sobre diferentes temas. O evento traz convidados de diversos países, além de dar espaço para apresentação de 120 trabalhos - selecionados entre os 298 enviados -, divididos em nove eixos temáticos. São eles: Metodologia e História do Pensamento Econômico; História Econômica e Economia Brasileira; Economia Política, Capitalismo e Socialismo; Estados e Nações diante do Capitalismo Atual; Dinheiro, Finanças Internacionais e Crescimento; Capitalismo e Espaço; Trabalho, Indústria e Tecnologia; Integração Latino-Americana (área especial); e Economia Agrária e do Meio Ambiente (área especial).

Houve pequenas alterações na programação, com a inclusão de uma sessão especial sobre "Questões do Haiti", com o economista haitiano, Camille Chalmers; e outra, sobre "Dinheiro em Marx", que terá participação de três especialistas no tema: Leda Paulani, Vanessa Petreli, e Claus Germer. Haverá, também, um espaço para lançamento de livros. Confira aqui a programação completa do evento.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

INSCRIÇÃO PRÉVIA OBRIGATÓRIA PARA O XX ENEP
















Em menos de duas semanas começará o XX Encontro Nacional de Economia Política, com o tema Desenvolvimento latino-americano: integração e inserção internacional. O encontro ocorrerá entre os dias 26 e 29 de maio na Universidade Federal da Integração Latino-americana, a UNILA, que fica em Foz do Iguaçu, região da Tríplice Fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina - lugar adequado para debater e aprofundar a integração latino-americana, sempre no marco do pensamento crítico.

E é um lugar que também tem suas especificidades. A UNILA ainda não conta com um campus próprio. Atualmente ela aluga três espaços para ensino: um no centro de Foz do Iguaçu, onde fica o Instituto Latino-americano de Arte, Cultura e História (ILAACH), outro na UniAmérica, onde estão os cursos de Medicina e Saúde Coletiva, e um terceiro que é cedido por ITAIPU-Binacional, onde ficam os outros cursos do Instituto Latino-americano de Ciências da Vida e da Natureza (ILACVN), bem como o Instituto Latino-americano de Tecnologia, Infra-estrutura e Território (ILATIT) e o Instituto Latino-americano de Economia, Sociedade e Política (ILAESP).

É o ILAESP que, com apoio total da UNILA, está recebendo o XX ENEP neste ano. E atualmente todas as atividades deste Instituto ficam dentro do Parque Tecnológico de Itaipu, território de segurança nacional.

Para quem quiser fazer inscrição como estudante, com ou sem material, e por ventura tiver dificuldade de se inscrever na página da SEP (www.sep.org.br), fizemos um formulário específico, disponível aqui. 

No mais, está quase tudo pronto para o XX ENEP, salvo, claro, todas aquelas 1534 coisas que ficam para os últimos dias... 

Nos vemos em Foz!

Abraços e até,

Fernando Correa Prado - Comissão Organizadora Local do XX ENEP

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Economia Política em debate












América Latina é o foco dos debates

(Mercal - Venezuela)


A economia, como diziam os gregos, é a organização da casa. Mas, sozinha, ela fica redutora. Há que se avaliar essa organização na relação entre as classes e também com poder político do Estado. E é para fazer esse debate que desde há 20 anos a Sociedade Brasileira de Economia Política realiza um Encontro Nacional juntando profissionais e estudantes. Nele, os temas mais importantes da política aparecem nos painéis e nos trabalhos que são socializados.

Esse ano, o encontro que marca duas décadas acontece de 26 a 29 de maio,  na cidade de Foz do Iguaçu, dentro da Universidade de Integração Latino-Americana (UNILA) e traz como elemento central justamente a ideia de integração da Pátria Grande. O tema central é o desenvolvimento, assunto que vem tomando conta do continente desde o início do terceiro milênio, seja como um retorno ao desenvolvimentismo, seja na crítica a esse processo.

Para os economistas políticos a proposta de Marx, de se observar sistematicamente a realidade, levando em consideração as classes sociais e suas lutas históricas, segue sendo norteadora de estudos e prospectivas.

No XX Encontro Nacional de Economia Política estão previstos minicursos de formação com temas que envolvem integração, distribuição de renda, exportação, desenvolvimento e extrativismo. Além disso, serão apresentados painéis sobre a economia chinesa, a integração latino-americana, a natureza da inflação brasileira, os processos de desenvolvimento nos diferentes países da América Latina, integração regional e perspectivas econômicas e sociais para o continente.

Esse ano, particularmente, a América Latina será o espaço privilegiado sobre o qual os olhos se debruçarão. As atividades de minicurso, os painéis e as conferências serão abertas ao público, ampliando assim a possibilidade de conhecimento. As inscrições podem ser feitas no local das atividades.  

Mais informações com a comissão organizadora: sep@sep.org.br

Conheça a Programação

Terça-feira: 26/05
Atividades de Formação
08h-12h
Minicurso 1 – Integração no âmbito da história do pensamento brasileiro
Minicurso 2 – Políticas de distribuição de renda no Brasil
14h-18h
Minicurso 3 – Padrão de reprodução primário exportador na AL
Minicurso 4 – Políticas de desenvolvimento territorial
Minicurso 5 – Formação rural e extrativismo na Amazônia
19h-21h
Reunião da Diretoria
Quarta-feira: 27/05
08h-09h
09h-12h
Inscrições
Sessão Especial de Economia Política
Zhu Andong
Vice Dean
Associate professor in Economics
School of Marxism
Tsinghua University
Beijing, R.P. China
Coordenador: Niemeyer Almeida Filho (IE-UFU)
14h – 17h
Palestras dos Grupos de Trabalho:
GT – Teoria Marxista da Dependência
GT – HPE Brasileira
GT – Estado e Políticas Públicas
GT – Economia Política da Macroeconomia
GT – Economia Política da Amazônia
GT – Economia e Território
19h-20h
Abertura Oficial
Reitor da UNILA
Presidente da SEP
Presidente da SEPLA
Representante ITAIPU
Representante do IPEA
Secretário Executivo da ANPEC
Presidente da ANGE
Presidente da SEC – Argentina
Presidente da SEPPy – Paraguai
20h-22h00
Painel I – Desenvolvimento latino-americano: integração e inserção internacional
João Ildebrando Bocchi (PUC-SP, Brasil. Coordenador)
Ana Esther Ceceña (OLAG-UNAM, México)
Carlos Mussi (CEPAL, Chile)
Monica Bruckman (UFRJ, Brasil)

Quinta-feira: 28/05
08h-10h
Sessões ordinárias – mesas 1 a 10
Sessão de comunicações I
10h – 10:30h
Café
10:30-12:30h
Painel II – Natureza da inflação brasileira contemporânea
Pedro Rossi (UNICAMP, Brasil. Coordenador)
Carlos Paiva (FEE, Brasil)
Cláudio Amitrano (IPEA, Brasil)
Carlos Pinkusfeld (UFRJ, Brasil)
12:30h – 14:00h
Almoço
14:00h – 15:30h
Sessões ordinárias – mesas 11– 20
Sessão de comunicações II
15:30h-17:00h
Conferência:
David KotzProfessor
Department of Economics
Thompson Hall
University of Massachusetts Amherst
Amherst, MA – USA
Fred Katz (SEP, Brasil. Apresentador)
17:00h -17:30h
Café
17:30h-19:30h
Conferência Especial: Nilson Araújo de Souza (UNILA)
Fernando Correa Prado (UNILA, Brasil. Apresentador)
19:30h-21:30
Lançamento de livros
Sexta-feira: 29/05
08:00h – 10:00h
Sessões ordinárias – mesas 21 – 30
Sessão de comunicações III
10:00h – 10:30h
Café
10:30h-12:30h
Painel III – Integração regional (Unasul, BRICS, União Européia)
Nielsen de Paula Pires (Vice-Reitor UNILA, Brasil.Coordenador)
Fernando Bossi (Fundación Emancipación, Venezuela)
Camille Chalmers (PAPDA, Haiti)
Xabier Arrizábalo (Univ. Complutense de Madrid, Espanha)
12:30h – 14:00h
Almoço
14:00h – 15:30h
Sessões ordinárias – mesas 31 – 40
Sessão de comunicações IV
15:30h - 17:00h
Painel IV – Perspectivas econômicas e sociais
Marcelo Carcanholo (SEPLA/UFF, Brasil. Coordenador)
Osvaldo Martínez (CIEM, Cuba)
Antonio Elias (SEPLA, Uruguai)
Leda Maria Paulani (USP, Brasil)
17:00h – 17:30h
Café
17:30h – 19:00h
Assembleia Geral da SEP



quinta-feira, 7 de maio de 2015

Informes sobre Hospedagem em Foz do Iguaçu para o XX ENEP
















Apresentadores de trabalho: como de praxe, quem teve artigo aprovado terá duas diárias pagas pela organização para os dias 27 e 28 de maio (de quarta para quinta e de quinta para sexta). Nestes casos a hospedagem será em dois hotéis bem próximos um do outro: Hotel Nadai e Foz Plaza. Sugerimos que, ao chegar a Foz, se dirijam inicialmente ao Foz Plaza e, caso todos os quartos reservados neste hotel já estejam ocupados, passem ao Nadai, que fica a exatamente uma quadra de distância. Quem quiser ficar mais dias, deverá fazer as respectivas reservas e arcar com os custos adicionais.
Lembramos que apresentadores de comunicação não terão hospedagem paga pelo encontro.

Participantes em geral

Hospedagem solidária:
Para caravanas:
Dispomos de 2 salas em uma das unidades da UNILA  (com capacidade para 60 pessoas cada) e vestiário. Contato: caecunila@gmail.com

Individuais:
Há um esquema de abrigo na casa de estudantes. Solicitação por meio do link:
http://goo.gl/forms/y9jjzUvaWF

Alguns albergues ofereceram descontos para quartos compartilhados com até 5 pessoas; caso queira um quarto individual, custaria R$ 66. Todos os albergues, com exceção do Bomfin, contam com café da manhã buffet, piscina, TV e internet. Todos ficam no centro de Foz do Iguaçu, perto da terminal de ônibus Interurbano (TTU).

R$ 35 diária por pessoa a partir de 5 pessoas.
R$ 66 diária individual.
El Shaddai Pousada Hostel: www.pusadaelshaddai.com.br
Pousada Natureza Foz: www.pousadanaturezafoz.com.br
Foz Igu Pousada: www.pousadafozigu.com.br

Obs.: Para reservar, é preciso fazer o depósito de 50% do valor (para residentes no Brasil). Para estrangeirxs, a reserva pode ser feita deixando o nº do cartão de crédito; caso não conte com ese meio, fazer uma confirmação deixando registro do nº da carteira de identidade ou passaporte.

R$ 45 diária (vale para quartos compartilhados individuais, sem café da manhã, com Internet e TV).
Hotel Bomfin (não conta com website)
R$ 50 por pessoa (quartos compartilhados, sem café da manhã)
Kathrina House Hostel Bar: www.kathrinahouse.com.br
R$ 80 diária por pessoa (Quartos compartilhados a partir de dois pessoas, quartos duplos, individuais, R$ 190 por noite).
Pousada Sonho Meu Foz: http://www.pousadasonhomeufoz.com.br/  

Para reservas em qualquer uma dessas pousadas, favor contatar com;
Augusto Alcaraz:
Cel/Whatsapp; +55 45 9822 1455

Para reservas em qualquer uma dessas pousadas, favor contatar com;
Augusto Alcaraz:
Cel/Whatsapp; +55 45 9822 1455